Apaixonado Por Uma Assassina

Celaena Sardothien é a assassina mais incrível que já conheci.

Sim, estou apaixonado pela melhor assassina de Adarlan, Celaena Sardothien, escolhida para a ser a Campeã do Príncipe Herdeiro, Dorian Haviliard na competição para escolher o assassino do reino de seu pai. E esta é a resenha de Trono de Vidro, o primeiro volume da série Trono de Vidro da autora Sarah J. Maas.

51T2kB7ImoL._SX334_BO1,204,203,200_Sinopse:
Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, uma jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

No começo da história não sabemos como e o porquê de Celaena está aprisionada, apenas sabemos de que ela se trata da melhor assassina do país e o Príncipe Dorian está interessado em suas habilidades, seu pai planeja uma competição para achar o campeão do reino, e o Príncipe oferece a liberdade de Celaena em troca de seus serviços de assassina por um tempo.

A assassina aceita a proposta e parte para Forte da Fenda onde o Rei que ela despreza está. O que ela não esperava era encontrar mistérios, magias, traições e muito sangue a rondando. Os competidores começam a morrer misteriosamente e Celaena sente que pode ser a próxima vítima muito antes da última prova da competição. Uma força sombria paira sobre o castelo e Celaena pode ser a única capaz de descobrir e destruir esta força, mas sua maior preocupação é vencer a competição e ganhar a tão sonhada liberdade, mesmo servindo a um Rei que devastou sua terra natal, além de lidar com sentimentos conflituosos em relação ao Príncipe herdeiro de Adarlan, Dorian, e seu treinador e Capitão da Guarda Real, Chaol. A verdadeira batalha se encontra dentro de Celaena, vencer o medo é sua principal missão.

CelaenaSardothienTOGUSFacebookCover_zpsabe0e86a
Fonte

A narrativa em terceira pessoa mostra uma visão bem ampla dos acontecimentos do castelo, intercalando a visão principal da protagonista com a visão de outros personagens conseguimos ter uma dimensão exata do que Celaena terá que enfrentar. Em relação a construção dos personagens, foi dada especial atenção a protagonista, enfatizando suas características, angústias e qualidades, conseguimos ter simpatia por Celaena de imediato, seu jeito sarcástico, abusado, pretensioso e provocador, além de ter uma beleza formidável, fazem dela uma das melhores personagens do gênero que já conheci. Sua relação com Dorian e Chaol são construídas ao longo da convivência dos três e podemos ver exatamente a mudança de percepção tanto dela quanto dos outros dois. A assassina além de habilidosa e bonita é extremamente inteligente e perspicaz, conseguindo identificar coisas que as outras pessoas não conseguem.

Com uma pitada de suspense com uma investigação de crimes hediondos, muita fantasia e aventura e um pouco de romance, Trono de Vidro já está na minha lista de séries favoritas do gênero. Para todos aqueles que adoram misturar fantasia e suspense super recomendo. Li através do kindle Ulimeted da Amazon e o segundo volume, “Coroa da Meia-noite” e um spinoff da história, “A Lâmina da Assassina”, também estão disponíveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: